HOME | ARCHIVIO RIVISTA MARIA AUSILIATRICE 2000-2012 | ADMA ON LINE 2008-2012INFO VALDOCCO  
Via Maria Ausiliatrice 32 - 10152 Torino-Valdocco | ADMA Valdocco: adma.torino@tiscali.it  |

 

ADMA on LINE

ADMA: ASSOCIAÇÃO DE MARIA AUXILIADORA
 Mensagem Mensal :  24 de
outubro de 2017  

Maria convida-nós a sermos generosos na renúncia e na oração

Com certeza, a situação mundial não é muito serena: guerras, calamidades naturais, violências e injustiças e, sobretudo, a perda da fé em muitos cristãos. Maria Auxiliadora e a Nossa Senhora dos tempos difíceis e nos exorta a sermos generosos na renúncia e na oração. Trata-se, antes de mais nada, de reconhecermos a nossa pobreza: sem Deus, nada somos. Por isto Nossa Senhora pede para sermos generosos, porque, quando o Espírito Santo nos preenche, é preciso respondermos com generosidade. Chama-nos a sermos generosos na oração, na renúncia sobretudo do pecado, sabendo distinguir o bem do mal: "Sim, sim; não, não" ... Somos todos pecadores, mas devemos olhar para a Misericórdia de Deus. E sermos humildes, também, sabermos nos colocar de joelhos e dizer: "Senhor, tende piedade de mim". Nós nos tornamos grandes quando somos pobres e humildes. Nossa Senhora nos pede para que renunciemos a satanás e a todas as suas tentações. Jesus diz que certos espíritos malignos só conseguem ser afastados com o jejum e a oração... Sozinhos não conseguimos, mas com Deus, sim!
A mundanidade hoje, infelizmente, como sempre nos recorda Papa Francisco, envolve-nos a todos: sacerdotes, consagrados e leigos. Também nós, frequentemente, nos comportamos como os pagãos, que não crêem em Deus e não têm esperança. E, se nós temos Jesus no coração, temos o Espírito Santo que nos guia, temos a vida eterna. Nossa Senhora nos chama para o alto: com os sacrifícios e jejuns, a oração, a generosidade, veremos os frutos como a conversão de tantos pecadores e a própria vida eterna. Quem reza é guiado e iluminado pelo Espírito Santo. Peçamos com fé : "Senhor, transforme o meu coração, transforme a minha alma, a minha mente, para que eu possa ser, cada vez mais, testemunhas de seu amor, testemunhas do Céu, do Paraíso,,da vida eterna". Muitas almas estão no pecado, e, têm necessidade de mim, de você, de todos nós. Fomos escolhidos para isto. Maria Auxiliadora nos chamou para fazermos parte de sua Associação justamente para defender é difundir a fé na hora das provações.
A nossa Família Salesiana recebeu o presente de um novo Beato, Titus Zeman, mártir e patrono das vocações. Rezemos, pedindo a sua intercessão por todos os sacerdotes, consagrados, missionários, para todos aqueles que o Senhor chama para uma vocação especial, para que amém Jesus com ardor e se dediquem à sua missão, testemunhando o céu e os mistérios da fé.

Sr. Lucca Tullio, Presidente & Pe. Pierluigi Cameroni SDB, Animador Espiritual


À Noite do Reitor-Mor para a ADMA

Domingo, 24 de setembro, durante o Encontro da ADMA, à noite, na Igreja de São Francisco de Sales em Turim-Valdocco, omReitor-Mor, com o Vigário Pe. Francisco Cereda, partilhou o momento de oração e, no final, dirigiu algumas palavras de "Boa Noite", verdadeiramente encorajadoras e significativas.Estava um pouco livre, e estava por perto. Acreditem, a Associação de Maria Auxiliadora, esta realidade vocacional, é uma luz para todo o mundo Mariano salesiano. Muitos olhos estão voltados para esta casa. Aqui há muitos hóspedes que perguntam como fazer, porque ouviram dizer que em Valdocco há uma realidade muito bela; a ADMA tem a capacidade de reunir como movimento, famílias, jovens e pais, adolescentes. Devo dizer que eu, pessoalmente, aprecio isto, porque muitas vezes, novas oportunidades de nossa realidade nascem, não porque têm um programa, um escritório, mas porque a vida as chama e porque a vida mostra que algumas coisas acontecem assim.
Gostaria de realmente encorajar vocês. Penso que o valor desta realidade, e muitos de nós também pensam assim, é a fé, que é vivida em famílias acompanhadas por Nossa Senhora, Ela acompanha os pais, acompanha muitos futuros pais que são os jovens aqui presentes. Isto tem um valor para a Igreja, um valor excepcional, falamos tanto com as famílias...falamos da pastoral, para as famílias... E encorajo-as a continuarem assim, encorajo-os a trilharem um caminho ,ma estarem a caminho, e levarem outros de nossa Família Salesiana.
Por último, permito-me compartilhar um aprofunda convicção que trago em meu coração: viajando pelo mundo, vejo que muitas vezes, fazemos tanto esforço para fazermos as coisas, para fazê-las bem feitas em muitas ocasiões, também, pelo social...tudo isto é muito precisos e é bem salesiano. Todavia, faltam-nós os momentos de verdadeiros relacionamentos , de falar de Deus... Em primeiro lugar para celebrar a fé, para exprimir a fé que nos sustenta, falamos de outras coisas, não do que tem raízes profundas. Neste sentido, a Associação conta com muitos elementos belíssimos, mas a oração e a fé são a prioridade. Ver as famílias, ver os nossos filhos, ver os jovens é verdadeiramente algo de excepcional. Então, lhes agradeço em nome de toda a nossa Família Salesiana , e não faltará a vocês, a proteção do Senhor e a presença materna de Maria Auxiliadora e de Dom Bosco.
Obrigada pelo testemunho de vocês, e vamos juntos percorrer o caminho com as famílias. Que Deus os abençoe. Devem saber que rezo para vocês muitas vezes... uma das coisas mais fáceis que o Reitor -Mor pode fazer é rezar pelos outros. E lhes digo uma outra coisa, tenho uma experiência belíssima nestes quatro anos. Experimento realmente uma paz, que não é fruto de minas orações, que é muito pobre, mas fruto da oração de muitos que rezam uns pelos outros. Creio profundamente e com toda a certeza, que sou um noviço. Papa Francisco acredita piamente N oração uns pelos outros, e estou convencido de que é a garantia da felicidade em nossas vidas, e também na vida de vocês... Com Deus, jamais sentirão falta de felicidade. Não digo que jamais se depararão com dificuldades, mas terão a força que vem de Deus e isto é certo.
Obrigada, e, boa tarde, quase boa noite, estou contente por ter tido esta oportunidade um. Pouco às escondidas, mesmo que seja difícil ficar escondido!
Obrogado!


Caminho de formação 2017-2018: Introdução à Vida devota , de São Francisco de Sales

2. Clareza e Boa Vontade:
Os primeiros elementos para um caminho de santidade! / Pe. Gianni Ghiglione

É preciso dizer duas palavras sobre o título, para compreenderem qual é o objetivo que Francisco propõe ao leitor. O livro quer ser uma introdução, isto é, o início de um caminho para uma vida nova, que é chamada de "devota". Hoje este termo soa mal, fazendo-nos lembrar a imagem de pescoços tortos, com um pouco de intolerância. Aqui não se trata disto: devota ou devoção, são o oposto de medíocre ou mediocridade. Vida devota é, então, uma vida que aponta parado alto, que aspira ao topo. E Filoteia não é uma mulher, mas uma alma, uma pessoa que deseja se tornar "amiga de Deus", como diz a etimologia do nome. Francisco oferece um caminho em saída, a esta pessoa que quer se tornar progressivamente "amiga de Deus", caminho no qual se deve deixar os oásis da mediocridade e da tepidez, as regiões baixas e ir para o alto, " ir avante", como nos ensinou São João Paulo II.
Quando vamos partir para uma viagem , a gente quer ter clareza sobre o roteiro, equipamentos necessários e sobre o desejo que precisamos ter para alcançarmos o objetivo. Procuremos entender o que São Francisco de Sales propõe e pede.

1- deixe os comportamentos hipócritas, que soa fantoches e caricaturas de uma vida cristã "verdadeira".
Notarão a ironia com que Francisco estigmatiza, de repente, comportamentos de "duas caras"! É de um jeito pormenores, e dentro, no coração, é de outro.
? Há quem se considere boa pessoa (devota) porque jejua, faz penitência, mas não se preocupa se fala dos outros, calunia d Eunice lado, de outro...
?Há quem fica enrolando sem fim em orações e por isto se sente com a consciência tranquila, enquanto é arrogante e ofensivo com o próximo...
?Há quem faça uma oferta comprazer, em dinheiro, para boas obras, mas conserva rancores e não perdoa as ofensas ou não paga suas dívidas...
" Estes são fantoches e fantasmas de devoção!", escreve Francisco. (I,1)

2. Voltar-se para o alto é outra coisa
Mas então, o que é a verdadeira "devoção", a vontade de se voltar para o alto? Leiamos: "A verdadeira e viva devoção, Filoteia, exige o amor de Deus, antes de mais nada, não é outra coisa senão o amor de Deus ..." E depois, quando onagro de Deus atinge tal nível de perfeição, pelo qual não nos dá apenas a força para agirmos bem, mas nos impulsiona para agirmos com cuidado, agirmos frequentemente e com prontidão, então, se chama devoção .... é um tipo de agilidade e vivacidade espiritual por meio do qual, a caridade age em nós com prontidão e afeto... para sermos bons é preciso caridade e para sermos devotos é necessário que tenhamos grande vivacidade e prontidão no cumprirmos os atos... A devoção monstros prontos, ativos, diligentes. O objetivo é amadurecer aos poucos, um coração que deseja amar a Deus cada vez mais, cada vez com mais dinamismo; um coração cheio de amor generoso e alegre por Deus e pelo mundo.
Saliento três palavras que fazem a diferença.
" Com cuidado: fazer as coisas bem feitas, não deixá-las para trás, basta fazê-las!
" Com frequência: uma parte por gentil concessão, porque estamos de bom humor, ou porque estamos voltando de um retiro espiritual mas sócio eram a princípio. Com frequência quer dizer, todas as vezes que entende que há necessidade ou ocasião .
" Com prontidão: com uma pitada de impulso, não com resignação, cara feia, resmungando, fazendo com que repitam as coisas mil vezes...
Em outras palavras, pode se ter fé, mas não devoção, porque é negligente, legalista, gasto por dentro, zerado.

3. O chamado é para todos
Ir em direção de uma vida cristã santa, isto é, de qualidade, é uma tarefa que se espera de todos os batizados , não apenas dos religiosos(as), disse Francisco. É isto era uma novidade para aquela época, quando havia um grande número de pessoas nos mosteiros e para a vida sacerdotal, mas faltava a vocação. Com muito equilíbrio é bom senso, o Bispo de Genebra escreve: a devoção deve ser vivida de maneira diferente pelo cavalheiro, pelo artesão, pelo de casa, pelo príncipe, pela viúva, pela noiva, pela esposa; mas não basta: o exercício da devoção deve ser proporcionado às forças, as devoções e aos deveres de cada um. [...] Pretender tirar a vida devota da caserna dos soldados, da oficina do artesão, da corte do príncipe, da intimidade dos esposos, é um erro, até uma heresia! Ouço imporá onde nos encontramos, onde quer que estejamos podemos e devemos aspirar à devoção", isto é, à vida generosamente orientada para Deus. Francisco repete hoje para você, como São Paulo escrevia aos amigos de Tessalonica: "O Senhor te quer santo(a)", isto é, pessoa que abre as portas de seu coração ao Seu amor, com disponibilidade e com alegria.

4. A recomendação mais importante . (I,4)
Você vais se surpreender ao ler o que é dito na Filoteia que está para se colocar a caminho, em direção ao alto: "Quer se colocar a caminho, em direção à devoção, com segurança? Então encontrar uma pessoa capaz para ser o seu diretor espiritual e lhe acompanhar é a recomendação das recomendações".. E Francisco, expert a respeito disto, acrescenta:
" Peça a Deus, insistentemente, que lhe forneça um diretor espiritual segundo o seu coração.
" Fale com Ele de coração aberto, com plena sinceridade e franqueza.
" Deve ser uma amizade forte e doce, santa, sacra, digna de Deus ,divina, espiritual.
" O diretor espiritual deve ser rico de caridade, de ciência e de prudência.
" Uma vez que o tenha encontrado, que a Divina Majestade os abençoe, permaneça com ele e não procure outros.
A sua, será uma caminhada feliz.
Francisco sempre teve um diretor espiritual: não sabemos o nome de quem o acompanhara nos anos de Paris; em Pádua, escolheu o Pe. Antônio Possevino, depois será a vez de Pe. Fourier e de Michele Favre, seu secretário.
Também Dom Bosco teve vários diretores espirituais: Pe. Calosso, o Cânon Maloria, Pe. Cafasso, Pe. Giacomelli... E insistiu muito com os seus jovens sobre um "confessor estável", que guiasse os seus corações com bondade e firmeza em direção a um relacionamento com Deus, cada vez mais vivo e sereno.

5. 1º passo: purificar a alma
" A alma que deseja ser esposa do filho de Deus deve se despojar do velho homem e se revestir do novo, deixando o pecado" (I, 5) e isto dá trabalho e requer tempo. Quanta sabedoria e concretiza nisto: " A enfermidade do coração vem a cavalo ou de carroça, mas nós vamos a pé e a passos curtos!" Para isto se pede coragem e paciência; diante do cansaço, adverte Francisco, corre-se o risco de ceder às tentações, de perder tudo e voltar para trás, como às vezes acontece quando caminhamos na montanha: podemos nos encorajar para a subida, pelo cansaço e descida da colina. Porém, não fiquemos agitados com as nossas imperfeições: o que nós é pedido e combatê-las... É a coragem de combater que não podemos perder (Encontramo-nos em uma condição favorável nesta guerra, porque para vencermos, basta a coragem de combater!".
A primeira purificação é a do pecado grave, através da confissão: procure o melhor confessor possível e que faz com que sinta desprazer em seu coração (I, 6).
Aqui Francisco se refere à confissão em geral, isto é, de toda a vida, " que considero muito útil neste início ... é necessária para dar um uma chamada à alma". Pessoalmente considero este tipo de confissão, importante, sobretudo em certos momentos da vida: antes do casamento, às vias de um aniversário significativo ( a completar 25 anos, 50 anos...), antes de uma cirurgia complicada e de risco... Não é necessário fazer da confissão, uma prática habitual ; mas, prestar atenção a tudo o que Francisco fala sobre confissões habituais: preparar-se bem e sentir o arrependimento necessário. Pede-se para esvaziar o coração do gosto ao pecado (I,7):
?Há pecadores que deixam o pecado, materialmente falando, mas não o abandonam com gosto, antes, julgam felizes os que os cometem.
?Se falta está purificação do gosto pelo mal da ligação do coração com o pecado, fica arriscado cair novamente em pecado e focar sem forças para fazer o bem com frequência, prontidão e diligência .
?Uma contrição forte e vigorosa detestará todos os afetos, as consequências e os sentimentos do pecado. Note a palavra sentimento do pecado. Cada um de nós conhece os sentimentos que nos conduzem ao mal: penso em quem não consegue superar certos vícios (álcool, tabagismo, internet, telefone...). Quanto trabalho para abandonar certos sentimentos!

Para a sua reflexão pessoal:
Tome consciência do grande mal que operado causa contra o conceito lúdico que o mundo tem do pecado: que mal há nisto? Todos fazem assim! A Cruz de Jesus fica desta forma, banalizada!
?Tenho o senso de pecado? Não no sentido intelectual, mas de maneira viva, existencial!
?Quero realmente fechar o meu coração para o pecado? Onde está o meu tesouro?
?Como são as minhas confissões? Tenho um confessor estável? Preparo-me bem para receber a misericórdia de Deus?

Notícias

Pe. Tom Uzhunnalil libertado
No dia 12 de setembro, Festa do Nome de Maria, Pe. Tom foi libertado, após 18 meses como prisioneiro no Iêmem do Sul. A alegria pela libertação de Pé. Tom deu a volta ao mundo. Milhares de pessoas expressaram a sua gratidão a Deus por este presente. Também nós, como ADMA, rezamos muito pela sua libertação e propusemos uma Novena especial a Maria Auxiliadora a toda a Família Salesiana.
Em Roma, Pe. Tom não parava de repetir palavras de agradecimentos, em primeiro lugar, a Deus e a Nossa Senhora. Um de seus primeiros pedidos foi para poder rezar na capela da comunidade salesiana no Vaticano, de poder celebrar a Missa e se confessar. Pe. Uzhunnalil contou que, durante o período de seu sequestro, continuou a celebrar espiritualmente a missa todos os dias , recordando de cor as leituras e as partes da missa, uma vez que não tinha os textos litúrgicos e nem as espécies à disposição para celebrar.
Contou que quando os sequestradores o levaram, ele se encontrava na Capela da Comunidade das Missionárias da Caridade de Aden; e contou que após o sequestro jamais fora maltratado. " Jamais pensei que poderia ser morto", afirmou o missionário, que também recordou um episódio que aconteceu no dia 3 de março de 2016, a primeira noite da .......: A Diretora da Casa das Missionárias da Caridade de Aden,momentâneo sobre a difícil situação na qual se encontravam como religiosos em território de guerra, disse que seria belo serem martirizados todos junto à Cristo.

Venezuela
Do dia 1 a 3 de setembro em Santo Antonio de los Altos, Venezuela, aconteceu a Assembléia da ADMA da Venezuela, convocada pelo coordenador nacional, Pe. Orlando Gramcko SDB. Durante os dias do evento, foram partilhadas experiências, avaliadas as atividades e foi eleito o novo Conselho, para o período de 2017-2021.

Brasil - Encontro dos Delegados para a Família Salesiana do Cone Sul
De 4 a 6 de setembro, aconteceu em Brasília, o Encontro dos Delegados para a Família Salesiana do Cone Sul, reunindo os inspetores salesianos da Argentina, Brasil, Chile, Paraguai e Uruguai. Coordenado por Pe. Eusébio Munhoz, Delegado do Reitor-Mor para a Família Salesiana. Tinta salesianos participantes fizeram um estudo sobre o papel e a missão dos Delegados , na tarefa de animar e criar comunhão entre os vários ramos da Família Salesiana, a qual está çrescendo e mostrando o seu desejo de ser fiel ao carisma de Dom Bosco. Pe. Pierluigi Cameroni, Postulados das Causas dos Santos da Família Salesiana, participou do evento, animando e falando sobre a vivacidade da santidade na vida Salesiana.

Brasil - IV Congresso Nacional da ADMA
De 7 a 10 de setembro, na Universidade Católica "Dom Bosco", na inspetoria Salesiana de Campo Grande (BCG) aconteceu o Congresso Nacional de Maria Auxiliadora, dirigido por Pe. Pierluigi Cameroni, Animador Mundial da Associação de Maria Auxiliadora (ADMA) e pelo Presidente da ADMA Primária, Tullio Lucca. Duzentos e cinquenta membros da ADMA participaram do evento, que contouncpm a presença de Pe. Asidio Deretti, Inspetor de Porto Alegre (BPA), e Pe. Gildásio Mendes, Inspetor BCP, que no dia 8 de setembro, declarou: "Estamos reunidos neste Congresso Nacional, neste ano Mariano, celebrando os 100 anos de Nossa Senhora de Fátima, os 300 da aparição de Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil, e a festa da Natividade de Nossa Senhora".
Foram dias de intensa fraternidade, de profunda comunhão e de partilha das novas linhas da ADMA, com a atenção às famílias, e aos jovens. Foi significativa a presença de todos os animadores SDB das diversas inspetorias do Brasil, como animador nacional, o Irmão Antônio Carlos, coadjutor salesiano. Grande esperança, a presença e o testemunho da ADMA dos Jovens, sobretudo o grupo de acabou de ser formado em Campo Grande, rico de vitalidade e força de testemunho.

Porto Alegre ( Brasil) - Encontro inspetorial
Domingo, dia 24 de setembro , no Colégio Salesiano de Itajai, aconteceu o Encontro Inspetorial da ADMA de Porto Alegre: uma verdadeira experiência de Deus... Gente de fé e de alegria,maçom grande espírito salesiano! Duas palavras sintetizam este encontro: esperança e renovação (Leandro Brum Pinheiro SDB, Animador espiritual inspetorial).

São José dos Campos (Brasil) - ADMA infantil e juvenil
A ADMA da paróquia Sagrada Família, na cidade de São José dos Campos (São Paulo - Brasil) acolhe com alegria, as crianças e os jovens da ADMA em um clima familiar, onde amar e servir a Deus, com Maria, é o que motiva este trabalho. O objetivo principal é o de incentivar nos "pequenos", o,a,por e a devoção a Maria Auxílio dos Cristãos, segundo o carisma salesiano.Os membros abraçaram a causa da Auxiliadora com afeto, e, realizam atividades de formação mensalmente com Pe. Silvio César (animador espiritual) e Tânia Campos (coordenadora). São momentos nos quais aprendem com simplicidade, os ensinamentos de Dom Bosco.
A comunidade paroquial se une ao grupo das crianças e dos jovens, com a intercessão cotidiana para eles, para que sejam constantes e fiéis na busca corajosa e alegre de Jesus. Através da oração do Santos Terço, o coro das crianças, a formação, os momentos de lazer e de sociabilização, Maria Auxiliadora vai esclarecendo e ensinando cada um a amar Jesus como Ela, fazendo-se presente na vida dos pequenos para sempre! (Tânia Maria Costas Esteves de Campos - Coordenadora).


   INFO ADMA     -     INFO ADMA     -     INFO ADMA    -     INFO ADMA      

SEDE ADMA | Torino-Valdocco, Italia: ADMA | Santuario Basilica di Maria Ausiliatrice
Via Maria Ausiliatrice 32 | 10152 TORINO-VALDOCCO / ITALIA
Tel.: 0039-011-5224216 / Fax.: 0039-011-52224213
E-mail: adma.torino@tiscali.it 
                  
Presidente ADMA: Signor LUCCA TULLIO ((encargo até 2014) E-mail: lucca.tullio@alice.it
Animador Espiritual da ADMA: Don Pier Luigi CAMERONI |
Casa Generalizia SDB - Via Pisana 111 - 00163 ROMA -
E-mail: pcameroni@sdb.org
                       
Internet: www.donbosco-torino.itwww.admadonbosco.org



Visita Nr. http://counter.digits.net/wc/-d/4/scudum