HOME | ARCHIVIO RIVISTA MARIA AUSILIATRICE 2000-2012 | ADMA ON LINE 2008-2012INFO VALDOCCO  
Via Maria Ausiliatrice 32 - 10152 Torino-Valdocco | ADMA Valdocco: adma.torino@tiscali.it  |

 

ADMA on LINE

ADMA: ASSOCIAÇÃO DE MARIA AUXILIADORA
 Mensagem Mensal :  24 de julho 2015
   

Número especial 16 de agosto de 2015

VII CONGRESSO INTERNACIONAL DE MARIA AUXILIADORA
TURIM - COLLE DON BOSCO -6 - 9 AGOSTO 2015

"Hic domus mea, inde glória mea - Da casa de Maria às nossas casas"

VII Congresso Internacional de Maria Auxiliadora, um dos grandes eventos queridos pela Família Salesiana e promovido pela Associação de Maria Auxiliadora, para celebrar o Bicentenário de Nascimento de Dom Bosco. Quinta-feira próxima, 6 de agosto, terão início os trabalhos, que prosseguirão, entre Turim e Colle Don Bosco, até domingo, dia 9.
O Encontro, que tem como lema a frase "Hic domus mea, inde glória mea - Da casa de Maria às nossas casas", quer indicar a presença materna de Maria, Mãe da Igreja e Auxiliadora dos Cristãos, em revivescer a beleza de ser Família.
"Dom Bosco tem ainda muito a dizer hoje à Família - explicam os organizadores -. Asua história, o seu Sistema Educativo e a sua Espiritualidade se apoiam naquele espírito de família que em Valdocco nasceu e se desenvolveu através da entrega a Maria. O tema deste Congresso, além disso, está em particular sintonia com a atual caminhada da Igreja, que está a dedicar bem dois sínodos ao tema da Família,estando igualmente no centro de numerosas catequeses do Papa Francisco".

O 'Logo' do Congresso quer exprimir esses conceitos nos seus três elementos:
" a Basílica de Valdocco simboliza o centro carismático da FS, do seu espírito e da sua missão;
" Maria Auxiliadora exprime a presença viva e operante de Maria na história de Dom Bosco e do movimento que dele se originou;
" a Família é o lugar da presença de Jesus e de Maria, para um renovado empenho pela educação e evangelização.

UM HINO OFICIAL INSPIRADO NO VII CONGRESSO INTERNACIONAL DE MARIA AUXILIADORA

O título do hino é 'Auxiliadora das famílias. O estribilho e as estrofes cantam o ícone bíblico da Apresentação de Jesus no templo, onde se cumprem as promessas de Deus no encontro das gerações, representadas por Simeão e Ana. Uma história de graça que chega também aos nossos dias na caminhada da fé e na obra educativa que partiu de Valdocco, Casa de Maria, de onde hoje deseja irradiar a sua glória sobre as famílias.
O texto e a música são do P. Domenico Macchetta,sacerdote,compositor e musicista,que desde o início dos anos 80s,vive em Bairo Canavese (TO) na Fraternidade de Nazaré,comunidade religiosa por ele fundada e guiada.O arranjo para as línguas italiana, espanhola e inglesa é de Marco Falubba, enquanto a portuguesa, da Comunidade Canção Nova, Grupo da FS.
O texto, partitura e versão em MP podem-se achar no sítio do Congresso: http://www.congressomariaausiliatrice2015.org Testo - Texto - Lyrics
Canto MP3 - Canto MP3 - Song MP3: ITA ESP ENG POR Spartito - Partitura - Puntuación - Music Sheet

6 DE AGOSTO, PALARUFFINI - TURIM.

ABERTO O VII CONGRESSO INTERNACIONAL DE MARIA AUXILIADORA
"Tornamo-nos pessoa em família, crescendo com a mãe e o pai, respirando o calor da casa, verdadeiro ninho e berço da vida. É na família que recebemos o nome e, portanto, a nossa dignidade. A família é o lugar da amizade, dos afetos; o espaço da intimidade, onde se aprende a arte do diálogo e da comunicação interpessoal". Com estas palavras o P. Ángel Fernández Artime falou no ato de abertura do VII Congresso Internacional de Maria Auxiliadora, feito na tarde de ontem, 6 de agosto, no PalaRuffini, de Turim.
A Fala do Reitor-Mor foi o ato mais significativo da cerimônia de abertura, que, entretanto, já vivera outras etapas importantes, com as boas-vindas pelo Animador Espiritual da Associação de Maria Auxiliadora (ADMA), P. Pierluigi Cameroni; pelo P. Eusebio Muñoz, Delegado do Reitor-Mor para o Secretariado da Família Salesiana; e pelo Presidente da ADMA Primária, Tullio Lucca, que subiu ao palco com sua Família; e pelo testemunho de Liliana Cosi.
Particularmente tocante foi a animação do Hino do Congresso, da autoria do padre Domenico Macchetta, a cargo dos jovens e das crianças da ADMA. Situou-se na sequência da construção e apresentação do símbolo do Congresso, acompanhadas pela leitura do sonho de Dom Bosco sobre a construção da Basílica (Hic Domus Mea inde Gloria Mea), em forma de celebração orante idealizada pelo padre Erino Leoni.
Cores e emoções advieram depois dos Jovens da Companhia de balé clássico, de Cosi-Stefanescu, que se exibiram no espetáculo "As Bodas de Caná", com músicas de George Enescu e coreografias de Marinel Stefanescu.
O P. Fernández Artime foi, mais uma vez, depois de sua entrada com a Madre Yvonne Reungoat no PalaRuffini, acolhido por calorosos aplausos. Recordou o Reitor-Mor como o Congresso, já em seu lema - 'Hic domus mea, inde glória mea - Da casa de Maria às nossas casas' - entenda "indicar a presença materna de Maria, Mãe da Igreja e Auxiliadora dos Cristãos para reavivar a beleza de ser Família". Sem negar as dificuldades por que passa atualmente a Família, "atravessada em toda parte por fatores de crise" e "deslembrada pelas políticas daquela sociedade de que é a também a célula fundamental", quis entretanto evidenciar o testemunho de serviço e comunhão oferecido por tantas famílias cristãs.
Confirmou a seguir a centralidade do tema para a Família Salesiana: "Dom Bosco tem muito a dizer hoje à Família: a sua história, o seu sistema educativo e a sua espiritualidade se fundam no espírito de família que em Valdocco nasceu e se desenvolveu através da sua entrega a Maria". E em tal sentido não podia faltar um aceno a Mamãe Margarida, mãe autêntica para centenas de jovenzinhos e fundamental autora daquele espírito de família que caracterizou o Oratório de Valdocco.
"Para nós, Família Salesiana, viver em família não é simplesmente uma opção pastoral estratégica, hoje em dia tão urgente: é uma modalidade para realizar o nosso carisma e um objetivo a ser privilegiado em nossa missão apostólica" - concluiu.

7 DE AGOSTO, PALARUFFINI - TURIM
Depois do sucesso da abertura, o segundo dia aprofundou os aspectos espirituais e apostólicos no contexto da Família. Presidiu a S. Eucaristia o Arcebispo de Turim, S. Excia. Dom Cesare Nosiglia, seguida pela 'lectio' bíblica do P. Patrizio Rota Scalabrini e por testemunhos específicos sobre o tema da Família. Na homilia,Dom Nosiglia apontou a Família como "o baluarte fundamental da nossa sociedade e do nosso porvir. E' necessário que se recupere o estupor no acolher o mistério presente em cada família […] Na Família se exercita o magistério da vida de modo imediato: vale-se da Palavra de Deus e também da palavra humana. .... É em família que nos tornamos cristãos". E depois de evocar a figura de Mamãe Margarida que educou o filho, João Bosco, na afetividade, Dom Nosiglia concluiu: "Tende confiança, ó Famílias, porque sois as prediletas de Deus! Vivei com alegria a Fé no vosso Lar!".
A manhã continuou com a exposição do P. Patrizio Rota Scalabrini, da Diocese de Bérgamo, sobre o tema "A Apresentação de Jesus no Templo - De geração em geração se estende a sua misericórdia". Partindo da leitura do Evangelho de Lucas, o expositor acentuou as leis e a família: "Obedecer à Lei não é para Maria e José aderir a um simples legalismo. É antes um colocar como fundamento das próprias opções a vontade de Deus […] Para o fiel, um filho é sempre um dom portador de esperança, radicada na boa promessa divina". "A Família de Nazaré" - concluiu o relator - "é portadora de uma preciosa verdade: obediência e liberdade, longe de serem polos opostos, implicam-se reciprocamente, porque a liberdade está para o serviço; e é no berço da família que está primeira escola em que se aprende essa verdade"
Seguiram-se à conferência os testemunhos de Piergiorgio e Mariagrazia Giordani, intitulados "O Venerável Attilio Giordani, Marido e Pai". Recordaram: "A vida do nosso Pai foi muito simples. Sem acontecimentos excepcionais […]. Sempre insistiu conosco e com os seus jovens para que na vida se fizessem opções; não se fosse à frente ao léu; nos dedicássemos a alguma coisa […]. O centro da sua vida era a Fé, e estava convencido de que não seriam necessárias muitas palavras para testemunhá-La: para isso a vida devia ser a palavra mais importante".
A manhã se encerrou com algumas "Experiências de vida", aos cuidados do Grupo 'Canção Nova'; de Paola Mancini; da ADMA, da Coreia; e de alguns jovens da ADMA Primária, de Turim.
A tarde do segundo dia começou com Adoração e Bênção Eucarísticas, seguidas pelas contribuições ao tema pelas FMAs, iniciadas pela fala da Ir. Piera Ruffinato. Deu a boa-noite a Madre Yvonne Reungoat. A conferência da Ir. Ruffinato - "De geração em geração: da casa de Valdocco às nossas casas" - evocou as origens de Dom Bosco, sublinhando "a experiência familiar vivida por João. Ainda que penalizada pela precoce perda do pai, foi ela a pedra miliar sobre a qual construiu o edifício de sua vida pessoal, tornando-se assim o paradigma do estilo educativo das suas obras (que sempre chamou 'casas' e não 'institutos' ou 'internatos'). Nelas, de fato, se respirava o "espírito de família", isto é, um estilo de relacionamentos caracterizados por acolhida, respeito, confiança, intimidade, dedicação, acompanhamento e apoio, amor gratuito, perdão dado e recebido".
De tarde ainda, algumas experiências de vida precederam as saudações e a boa-noite da Madre Yvonne Reungoat, Geral das FMA: "Não se podem levar alegria e esperança aos outros, se as não se possuem no profundo do próprio ser ; e são duas realidades que, mais uma vez, nos propõem a ligação entre passado, presente e futuro: a alegria jorra da experiência do eterno amor de Deus, que desde sempre acompanha cada vida singular, cada povo, toda a humanidade; e a esperança se abre a um futuro para o qual, estamos certos, esse amor de Deus continuará a acompanhar cada nova geração. Porque Deus é fiel!".

8 DE AGOSTO, TURIM -PALARUFFINI - VALDOCCO
Odia iniciou com a récita de Laudes. Seguiu-se a explanação de "A família, berço do amor e da vida", pelo P. Roberto Carelli. Retomando o episódio da Apresentação de Jesus no Templo, sublinhou o teólogo a "função generativa" e a "tarefa educativa" da Família: "A educação é o desenvolvimento natural da geração e é dever - primário e inalienável - dos Pais, primeiros e principais educadores dos próprios filhos: educadores exatamente porque Pais […] Educação em chave generativa significa, então, que toda outra agência educativa deva sempre inspirar-se nos modos familiares, paternos e maternos, da educação. É assim nesta luz que encontra relevo a tarefa mais bela dos Pais e de todos os verdadeiros educadores: levar Deus e levar a Deus; e precisamente levar Jesus e levar a Jesus" .
A Dra. Lodovica Maria Zanet, colaboradora da Postulação Geral das Causas dos Santos Salesianos, ilustrou a seguir os "Perfis de famílias feridas na história da santidade salesiana". Sublinhou como, "apesar de estarmos habituados a imaginar a família como uma realidade harmoniosa, marcada pela presença de mais gerações, seja todavia a passagem "da casa de Maria às nossas casas" mais sofrida de quanto possamos imaginar, como aliás confirmam também as recentes vicissitudes que envolvem a crônica e até mesmo as reformas legislativas". A relatora recordou como também a história da santidade salesiana tenha sido atravessada por famílias feridas, a partir do mesmo Dom Bosco, que ainda em menino ficara órfão de Pai.
O dia continuou com o deslocamento de todos à Casa-Mãe, em Valdocco, onde, de tarde, o Reitor-Mor presidiu a Eucaristia em honra de Nossa Senhora Auxiliadora.

9 AGOSTO - COLLE DON BOSCO
A CELEBRAÇÃO DE ENCERRAMENTO DO VII CONGRESSO INTERNACIONAL DE MARIA AUXILIADORA
"Levanta-te e come"
Essa mensagem é a que tiramos da leitura do Evangelho do dia, e que encaixa-se perfeitamente na experiência salesiana, que no bicentenário do nascimento do Santo quis reconhecer neste Congresso, o papel central de Maria em sua história. O Reitor-Mor, P. Ángel Fernández Artime recordou, na homilia, a imagem que Dom Bosco deu a seus jovens quando quis indicar os dois pilares que apoiam o caminho de fé: a Eucaristia e a Mãe de Jesus. Mas existe mais uma consciência que deriva desta visão: "o mundo inteiro é suportado por estas duas colunas", costumava enfatizar Dom Bosco, ou seja, toda a história humana está ligada à capacidade de Maria de redimir a humanidade, subjugada por Satanás, quando aceitou se tornar a mãe do Salvador, e na doação total do Filho, que se renova na Eucaristia.
O convite de hoje para os salesianos, hoje, é para "levantar-se" e tomar coragem para enfrentar os desafios da educação no nosso tempo, para apoiar a criatividade pedagógica com entusiasmo. E para "comer", alimentar a motivação profunda de seu compromisso com o Alimento espiritual no altar para, desta forma, suportar o esforço da caminhada.
O padre Ángel Fernández Artime aproveitou para anunciar o próximo encontro mundial: o VIII Congresso de Maria Auxiliadora será na Argentina, em agosto de 2019. Várias razões motivaram a escolha do local: foi a terra da primeira expedição missionária salesiana, é a terra de proveniência do Papa Francisco e houve plena disponibilidade da Família Salesiana local em sediar o evento. Será também o 150º aniversário da fundação da ADMA. Dois santuários - Nossa Senhora de Luján e María Auxiliadora de Almagro - estão prontos para catalisar a devoção salesiana.
A celebração terminou com um agradecimento de coração à organização, à multidão de jovens e aos adultos "que vestiam a camisa azul e da equipe de apoio". O Reitor-Mor dirigiu-se a estes últimos apreciando a ampla disponibilidade e a eficiência, farores que garantiram o ótimo desempenho de todo o Congresso ... "Um trabalho simples e humilde", observou o padre Ángel Fernández Artime, entre os longos e espontâneos aplausos que, no templo de Dom Bosco, encontavam eco nos comentários do padre Pier Luigi Cameroni. O Animador Espiritual da ADMA, Associação que promoveu o Congresso em colaboração com os Salesianos e com as Filhas de Maria Auxiliadora, não hesita em falar de um "milagre" sobre o evento que aconteceu no 150° da colocação primeira pedra da Basílica de Maria Auxiliadora, em Valdocco. Ele afirmou: "sentimo-nos verdadeiramente acompanhados pela guia segura de Maria em toda a preparação do Congresso, que foi preparado pelas famílias para as familias". Tullio Lucca Presidente ADMA, sublinha: "sinto-me comovido ao recordar o empenho e a entrega de tantas famílias que colaboraram na preparação do evento e que, colocando-se à disposição, pensaram e realizaram com alegria este Congresso, que esperamos seja semente fecunda de evangelização".
. "Tudo correu bem, apesar das incertezas que tínhamos: tratava-se, de fato, de reunir durante quatro dias pessoas que não se conheciam e que provinham de diferentes continentes. Conseguimos superar o obstáculo das línguas. Tudo correu no tempo e no caminho certo: assim como gosta Nossa Senhora, ela que é fonte de equilíbrio e harmonia". O mesmo apreço e entusiasmo foi manifestado por Madre Yvonne Reungoat, que ainda permaneceu por um longo tempo com os jovens no final da celebração.

MENSAGEM DO VII CONGRESSO DE MARIA AUXILIADORA
Um dos eventos finais do bicentenário do nascimento de Dom Bosco foi a celebração do VII Congresso Internacional de Maria Auxiliadora, encontro da Família Salesiana que contou com a participação de mais de 1.300 pessoas, de cerca de 50 países, realizada no Colle Don Bosco, de 6 a 9 de agosto. Entrevistamos o padre Pier Luigi Cameroni, Animador espiritual da Associação de Maria Auxiliadora (ADMA), grupo da Família Salesiana que promoveu o evento.
Qual foi a atmosfera que caracterizou este encontro da Família Salesiana?
Na perspectiva do lema do Congresso "Hic domus mea, inde glória mea. Da casa de Maria para as nossas casas", experimentamos o vento do Espírito Santo que sopra da casa de Maria e renova nossas casas e comunidades religiosas: na imensa alegria dos participantes; na gratidão daqueles que, de maneiras diferentes contribuíram para a preparação e implementação da conferência dando sinal da verdadeira devoção a Maria; na verdade do poder da oração; na riqueza dos conteúdos oferecidos nas relações, nos testemunhos de vida dos santos, nas experiências fortes e comoventes de vida, nas homilias das celebrações eucarísticas; na beleza e na dedicação à música e à oração; na alegria da fraternidade e da amizade; na presença de todas as idades, dos recém-nascidos aos idosos, para lembrar como a misericórdia de Deus se estende de geração em geração. Sem dúvida, um milagre de Maria Auxiliadora!
Qual é a mensagem o Congresso trouxe?
A mensagem do Congresso, que será passada para a Família Salesiana, em toda a variedade e multiplicidade de seus grupos é: viver o sistema preventivo que é a espiritualidade, pedagogia e estilo de relações na família e nas comunidades religiosas; crescer na complementaridade e na cooperação entre a vocação para o casamento e a vocação à vida consagrada, sacerdotal e missionária; provar que a verdadeira pastoral juvenil nasce e cresce no acolhimento e na colaboração com a pastoral da família.
O Congresso Internacional de Maria Auxiliadora é um evento da Família Salesiana?
Desde o Congresso de 2011, realizado em Czestochowa, na Polônia, o então Reitor-Mor quis este evento representasse um encontro de toda a Família Salesiana, que encontra em Maria Auxiliadora um dos pontos fundamentais da sua identidade espiritual e apostólica. O Reitor-Mor, padre Ángel Fernández Artime, reafirmou esta opção, por isso eu desejo expressar um agradecimento especial pela presença, contínua e paternal, de todos os dias e momentos do Congresso e pelas orientações oferecidas. Também quero agradecer a todos os superiores e representantes dos grupos da Família Salesiana que participaram do encontro.
Como valorizar a experiência de congresso?
Este evento central do bicentenário do nascimento de nosso Pai Dom Bosco foi vivido por todos como um círculo de espiritualidade intensa e de profunda comunhão de corações. Gostaria de convidar a todos que visitem os materiais (Atos, vídeos, fotos ...) que podem ser encontrados no site: www.congressomariaausiliatrice2015.orge que os compartilhem em outros contextos. Oremos para que Maria Auxiliadora, São José e Dom Bosco intercedam e façam amadurecer as sementes de esperança e novidade que se espalharam nos corações nestes dias maravilhosos ... Encontro vocês na Argentina, em 2019, para o VIII Congresso Internacional de Maria Auxiliadora!

SINAL E SINETE DO CONGRESSO

Na simplicidade do estilo de Maria e nas imprevisíveis supresas do Espírito Santo, o VII Congresso Internacional de Maria Auxiliadora teve na manhã de 10 de agosto um prolongamento significativo, como que sinete da experiência de graça e de comunhão compartilhada.

No fim de uma celebração eucarística na igreja de S. Franciscode Sales em Turim Valdocco, foi entregue a uma família da Inglaterra o diploma de agregação à ADMA Primária de Turim. Trata-se da família de Romy e David Powels, com as filhas Tania de 15 anos e Hannah de 12. Nos últimos anos, esta família promoveu a devoção a Maria Auxiliadora na paróquia de S. Tomás Moro da cidade inglesa de Bournemouth, constituindo recentemente o grupo ADMA e envolvendo outras famílias, jovens e crianças. A entrega do Diploma por parte do Presidente da Associação, o senhor
Tullio Lucca, na presença do animador espiritual padre Pierluigi Cameroni, foi como que um sinal e uma realização do mote do Congresso: "Hic domus mea, inde gloria mea. Da casa de Maria às nossas casas". De forma plástica, Maria confirmou a súplica que Lhe foi dirigida pelo hino do congresso: "torna as famílias berços da vida, oásis de Alegria", incarnando nelas o sistema preventivo de Dom Bosco.

Por fim suscitou admiração e comoção ver na igreja de S. Francisco de Sales o quadro que retrata a visão profética de S. Domingos Sávio de 1856 que vê o Papa a levar de novo a chama da fé precisamente à Inglaterra.


PAÍSES REPRESENTADOS

Africa
Angola
Benin
Congo
Gabon
Guinea Ecuatorial
Mali
Senegal
Zambia

Asia
Cina
Corea
Filippine
Giappone
India
Tailandia
Timor Est
Turchia
Vietnam

America
Argentina
Bolivia
Brasile
Cile
Colombia
Guatemala
Haiti
Honduras
Messico
Nicaragua
Perù
Santo Domingo
Stati Uniti
Uruguay
Venezuela

Europa
Francia
Germania
Inghilterra
Italia
Malta
Polonia
Portogallo
Slovacchia
Slovenia
Spagna
Ucraina


   INFO ADMA     -     INFO ADMA     -     INFO ADMA    -     INFO ADMA      

SEDE ADMA | Torino-Valdocco, Italia:
ADMA | Santuario Basilica di Maria Ausiliatrice
Via Maria Ausiliatrice 32 | 10152 TORINO-VALDOCCO / ITALIA
Tel.: 0039-011-5224216 / Fax.: 0039-011-52224213
E-mail: adma.torino@tiscali.it 
                  
Presidente ADMA: Signor LUCCA TULLIO ((encargo até 2014) E-mail: lucca.tullio@alice.it
Animador Espiritual da ADMA: Don Pier Luigi CAMERONI |
Casa Generalizia SDB - Via Pisana 111 - 00163 ROMA -
E-mail: pcameroni@sdb.org
                       
Internet: www.donbosco-torino.itwww.admadonbosco.org


Visita Nr.